30 de agosto de 2010

Já vos disse que...


Foto de Carlos Lopes Franco - Olhares


sou diabética? Acho que ainda não.
Há coisas curiosas. Acabei por encontrar pelo mundo da blogosfera pessoas queridas que convivem com o mesmo problema que eu.

Que posso eu dizer. De um dia para o outro tudo mudou. Tinha 18 anos quando descobri que era diabética. Após uma semana dos sintomas típicos decidi ir ao médico. A semana que antecedeu a ida ao médico foi marcada por uma série de acontecimentos caricatos. Em todo o lado via ou ouvia a palavra diabetes. Ora era filmes, ora era séries, ora era no Jornal... Acredito que todos os dias recebemos sinais, e olhando para trás vejo que durante aquela semana recebi inúmeros...

Já na consulta ouvi da boca do médico que era diabética. Devo dizer que não foi novidade, no fundo já sabia. Seguiu-se uma semana no Hospital da Universidade de Coimbra (HUC) onde aprendi a lidar com a doença. Uma semana nada nos ensina, mas isto é um aparte.

Saída do hospital nada foi igual. Contudo, ser diabética já faz parte de mim. Não me atormenta, nem me deita abaixo. Há dias piores claro, mas nada que todos não tenham.

Ao longo da nossa vida somos confrontados com obstáculos, este é o meu. Pelo menos é aquele que me segue todos os dias. Provavelmente seria mais feliz sem a doença, mas não sei se olharia para o mundo com a mesma perspectiva, e com o mesmo sentido que olho hoje em dia.

Claro que se alguém tiver um pâncreas a mais, que queira vender ou arrendar, eu aceito! :) Já meti anúncio no jornal e tudo, mas até agora nada lolol

Querida Autora de Sonhos um beijinho especial para ti, porque me parece que precisas de um miminho :)

7 comentários:

Manuela disse...

Querida Ana,
fiquei surpresa, mas ao mesmo tempo contente por lidares tão bem com a tua diabetes.
A nossa Autora, é efectivamente uma grande mulher, assim como tu :)

Beijinhos, minha querida.

Autora de Sonhos disse...

Sim, de mimo...só, porque há dias em que não tenho paciência sabes?
Depois para além da minha, tenho a diabetes da minha filha, essa sim atormenta-me, há dias em que sinto que não sou nada, ninguém.
Depois nasce outro dia, tudo fica mais ameno, mais leve.
(Tb somos seguidas em Coimbra, qual a tua médica? Eu já tive tantas,...pf)

Bjs

Gracinha disse...

Olá!
Pâncreas a mais não tenho (pelo menos que eu saiba)! :P

Mas tenho uma palavra de carinho para ti. Porque admiro imenso as pessoas que lutam diariamente contra algum "intruso", no teu caso a Diabetes.
E fico contente por ver que estás a lidar bem com a situação e que tens um dia-a-dia completamente normal. Acredito que nem sempre seja fácil lidar com todas as rotinas e cuidados que tens de ter, mas também acredito que tens uma grande maturidade e força interior!

Beijinho e uma boa semana

Ana disse...

Querida Manuela, obrigada pelo mimo :)

Autora de Sonhos, eu compreendo-te. Mas temos de encarar assim a vida, com um sorriso :)

Já não sou seguida lá, não me dava jeito ir a Coimbra agora que resido em Lisboa. Mas fui seguida pela Ana Fagulha maior parte do tempo :) Depois calhou-me outra (que nem me recordo do nome) que me tratou como uma inútil, e decidi não mais lá voltar...

Beijinho querida :)

Ana disse...

Gracinha, obrigada pelas palavras e pela visita ao meu cantinho!

Beijinho querida :)

CS1993 disse...

Querida pensa que nao é o pior problema do mundo...
Enfreta cada dia com coragem :D

CS1993
<3

Ana disse...

Querida CS1993, obrigada pela visita!

Concordo contigo, não é de todo o pior problema do mundo :)

Beijinho, volta sempre :)