1 de abril de 2011

Amor


Nestas últimas semanas tens sido tu a segurar o barco. Eu, a meio da travessia, deixei-me andar à deriva. Fiquei sem forças, sem vontade.

Obrigada por acreditares. Mais do que eu. Sou uma tonta. Uma, recente, pessimista.



Amo-te

4 comentários:

Margarida disse...

Isso é amor de verdade... :)

Shell disse...

Ohh, assim é que tem que ser :) gosto deste novo look completamente diferente * beijinho

teorianasnuvens disse...

Há que mante-lo, saber mante-lo..

Jo disse...

:)