6 de outubro de 2011

Como comprar uma casa, se tornou num pesadelo



Depois de meses de absoluto desespero, chegou a hora de tomar uma decisão. Decisão essa que passará por consultar um advogado e muito provavelmente ir parar a um tribunal. Estamos há meses à espera que nos paguem o valor do sinal da casa que era suposto termos comprado. Como sabem, não conseguimos obter o empréstimo [com esta crise, acho que acabou por ser bom] e optámos por alugar uma casa. Acontece que demos o sinal aos investidores do referido imóvel, sinal esse no valor de 1500€. À data de hoje, a minha conta continua à espera do que me é devido. A lei está do nosso lado, como é óbvio. O negócio não sendo realizado, o grupo teria de nos reembolsar o valor do sinal. Após vários telefonemas, cartas registadas, e-mails, a resposta é sempre a mesma: "...não temos dinheiro para pagar... a empresa está com dificuldades."


Se está, temos pena. No site do dito grupo, gabam-se de ter feito milhões de €€ em lucros no ano de 2010. A enganar os clientes, até eu conseguia fazer milhões.


Cansa-me viver neste país de corruptos. Estou deveras enervada. Isto anda a desgastar-nos e tem provocado n discussões lá em casa.


Só espero que a lei não nos falhe. Que ainda haja justiça neste país. É isso que espero...

15 comentários:

Maria Suzel disse...

Bem isso é muito chato, mas calma! Tudo se vai resolver.

bjs

Jo disse...

Que situação tão chata... Espero que resolvas isso rapidamente! O pior é que nestas situações acabamos sempre por gastar dinheiro em advogados e tribunais e raramente somos reembolsados destas quantias. De qualquer forma, boa sorte com isso!

Fiona disse...

Bem, que situação mais desagradável... Espero que se resolva bem depressa...

Karina sem acento disse...

Bem, que coisa mais chata... quando andavamos a procura de casa, também só não comprámos um apartamento porque a agência queria logo 2500€ de caução, sem contrato de compra e venda nem nada - diziam eles que era uma forma de garantirem que a casa ficava para nós... Dissemos logo que não, que pagavamos o que fosse preciso mas só depois de termos um contrato de compra e venda. Olha, foi o melhor que fizemos.

Ana disse...

Karina,

Nós temos esse contrato, o CPCV. O nosso azar foi pensar que aquele grupo era digno de confiança. Para quem ganhou milhões em 2010, nunca pensámos que ia ser um problema devolver-nos 1500€ caso o negócio não fosse para a frente. Ai ai... sorte macaca :(

Beijinho a todas :) obrigada pelo carinho :)

Lisbo@ disse...

Bolas, que chatiçe! Bolas já não se pode "confiar" (nem com contrato) em ninguém!

Boa sorte!

Bomboca do Amor disse...

Tudo se resolverá. É pena por vezes essas resoluções demorarem muito tempo!
Beijinhos querida,
Bomboca do Amor.

Miminhos.com disse...

Que situação chata! Espero que se resolva rapidamente!

Beijinho*

Irina disse...

É uma situação complicada, mas tem calma, tudo se resolverá pelo melhor.

Mil pétalas...

Anita disse...

imagino que esteja a ser complicado, devem andar com os nervos a flor da pele, mas tudo se vai resover, vais ver.
calma e beijinhos

Lux disse...

Que situação chata...
A justiça acabará por valer, mas leva tempo querida...

xoxo
Lux

krasiva disse...

Estas situações são desgastantes e as empresas não têm vergonha nenhuma. enfim...espero que corra pelo melhor.

Anónimo disse...

Se multiplicares o valor do teu sinal por 60 (sim, leste bem: sessenta) vais saber quanto é que eu perdi num negócio do género...O meu empreiteiro, não só disse que não tinha dinheiro, como faliu...

1500 euros??? Podia ser pior!

Ana disse...

Anónimo,

Podia ser pior, é verdade. O problema reside na falta de carácter das pessoas. O facto dos administradores andarem a passear com carros de luxo e os clientes à espera do dinheiro... isso é que é enervante.

Dina disse...

Por acaso pensei que se perdesse o valor do sinal... Boa sorte, vais ver que tudo se vai resolver...