17 de novembro de 2011

Impotente



Não gosto de me sentir impotente. Principalmente, quando não consigo ajudar um amigo que está a precisar de ajuda...

5 comentários:

Lux disse...

Querida, por muito que custe, certas vezes não está mesmo nas nossas mãos ajudar as pessoas.
É vida!

xoxo
Lux

Palco do tempo disse...

as vezes não esta nas nossas mãos ajudar, as vezes não conseguimos fazer mais do que já fazemos **

Karina sem acento disse...

Por vezes, mostrar que estás lá apenas, já uma grande ajuda ****

Tsuri disse...

Às vezes o ombro basta!
beijinhos

Mónica disse...

Estou como a Tsuri: dar "apenas" o ombro para chorar já ajuda muito :)
Beijocas e que tudo corra bem!