12 de novembro de 2010

Intuição


Não sei se se passa o mesmo com vocês, mas eu sou muito intuitiva. Principalmente no que respeita a pessoas. Pessoas que acabei de conhecer, que me foram apresentadas.

Posso dizer que nunca me enganei. A primeira intuição, aquela que surge só de ouvir as primeiras palavras da outra pessoa, é a que prevalece sempre. Não sei se será sorte, ou intuição pura, mas a verdade é que isto acontece.

Com a chegada do fim do ano, o trabalho aqui no Office tende a acumular. Recorrer a ETT´s é a solução. São eles que acabam por ajudar o trabalho acumulado a desaparecer. Em menos de 1 mês chegaram 4 ETT´s.

É o mesmo que dizer que tive 4 intuições. O engraçado é que acertei em todas. Duas delas não me transmitiram confiança, nenhuma aliás. Cheguei a comentar com colegas que havia qualquer coisa de estranho, só não sabia o quê…
Uma delas simplesmente desapareceu, nunca mais voltou. Não teve a hombridade de avisar sequer.
A outra, soube agora, que se vai embora. Porquê? Diz que não está a gostar disto. É um trabalho metódico (importante referir que só começou a trabalhar há menos de 1 semana). Tendo em conta a crise actual no mercado de trabalho, diria que esta desculpa é muito descabida. Acho é que existem pessoas que gostam mesmo é de estar em casa, a receber o subsídio e ponto final.

Tem alturas que preferia estar errada. Preferia que as minhas intuições não fossem tão certeiras. Preferia não ler assim as pessoas.

Porém, acho que chegará o dia que vou errar. E no dia que isso acontecer, apesar de tudo, ficarei feliz.

2 comentários:

Lux disse...

Como te entendo... Ás vezes basta-me o olhar de alguém, para quase lhe ler a alma... e penso... "Hum! Não me inspiras a m+inima confiança!".
Quase sempre acerto... Mas posso felizmente dizer que já existiram execepções... foram é muito poucas!

xo xo
Lux

Corina de Oliveira disse...

Era só para te desejar um fim-de-semana espectacular :D

Beijinhos *